Mata Mato com zero Herbicida
10X mais econômica que outras capinas
Fornecendo ferramentas para um mundo livre de herbicidas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Electroherb™: a alternativa não química de proteção de culturas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Fornecendo ferramentas para um mundo livre de herbicidas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Anterior
Próximo

Com inédita tecnologia mundial, o equipamento Thor é uma Capina Elétrica, que realiza o controle de ervas daninhas, respeitando as crescentes restrições de órgãos reguladores como a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ao uso de herbicidas nocivos ao ambiente urbano e rural.

O Thor utiliza descargas elétricas controladas de alta tensão para eliminar os brotos e raízes mais profundas, que geralmente não são atingidas pelos herbicidas comuns. As descargas são ajustadas para erradicar as plantas sem causar nenhum prejuízo ao solo, à fauna e à flora local – tendo como foco somente as ervas daninhas a serem eliminadas.

Este método já comprovou sua eficiência em aplicações urbanas, rodoviárias e agrícolas de diversos países da Europa, e começou a ser utilizado também por algumas prefeituras de municípios brasileiros. Foi o caso, neste mês de julho, da cidade de Indaiatuba, no interior paulista, com aproximadamente 300 mil habitantes.

Vistoriada e acompanhada de perto pela equipe da Secretaria de Serviços Urbanos do Meio Ambiente da cidade, comandada por Leandro Dias de Souza, as demonstrações diárias da Capina Elétrica Thor foram realizadas entre os dias 13 e 17 de julho, nas calçadas de ruas e avenidas de Indaiatuba. Foram escolhidas áreas que estavam mais tomadas por plantas indesejadas. A aplicação incluiu ainda um trecho da mais utilizada ciclovia da cidade, cuja invasão de capim alto no asfalto era um risco aos usuários. O resultado foi a eliminação, de forma ecologicamente correta, das ervas e plantas invasoras, conforme explica o secretário Dias de Souza.

“A tecnologia elétrica é muito diferente no controle de espécies parasitárias. Ainda estamos numa fase apenas de testes, mas deu para notar que o seu processo é mais eficaz do que o manual, que utilizamos atualmente com enxadas e, principalmente, o que tem emprego de herbicidas. Não só em relação à poluição como também em rendimento de tempo e custo. É uma excelente alternativa para o futuro em todos os municípios do país. Tanto para o controle na área urbana, como também nas avenidas e ciclovias”, adianta o Secretário de Serviços Urbanos do Meio Ambiente de Indaiatuba.

Os resultados da demonstração se mostraram extremamente satisfatórios e eficientes, sendo aprovados pela população local, Secretaria do Meio Ambiente e Prefeitura de Indaiatuba.

Texto adaptado de: Charles Marzanasco Filho 
Imagem principal: Eliandro – Prefeitura de Indaiatuba

Confira as imagens de antes x depois da aplicação.

Área do Operador e Representante

Esta é uma área restrita para os parceiros da Zasso. Para saber mais, entre em contato.