Mata Mato com zero Herbicida
10X mais econômica que outras capinas
Fornecendo ferramentas para um mundo livre de herbicidas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Electroherb™: a alternativa não química de proteção de culturas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Fornecendo ferramentas para um mundo livre de herbicidas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Anterior
Próximo
Zasso Brasil

O setor de citricultura no Brasil, ocupa grande destaque de exportação de laranja e isso por que o país, é um dos maiores produtores desta cultura no mundo. Mas existe um fator que traz preocupações e prejuízos para os citricultores: as ervas daninhas.

A citricultura tem como prioridade estabelecer um manejo adequado, a fim de minimizar custos e maximizar lucros e isso é possível através de um controle de ervas daninhas, eficaz e resistente.

As ervas daninhas na citricultura:

Essas plantas invasoras precisam ser controladas, uma vez que podem ser consideradas parasitas que retiram nutrientes, vitaminas e água do plantio, além de aumentar o risco de pragas e doenças no local.

Controlar as ervas daninhas sem deixar de lado a sustentabilidade é possível?

O método mais utilizado por muito tempo, foi a capina química, mas o uso de herbicidas tem se tonado ineficiente na maioria dos casos, já que com a utilização recorrente do herbicida, as ervas daninhas, tem apresentado grande resistência ao produto.

Além da resistência, outro fator de extrema importância é a falta de sustentabilidade presente neste método. ¹ Atualmente, pelas normas técnicas gerais para a Produção Integrada de Frutas (PIF) no Brasil, o uso de herbicidas residuais é proibido.

Diante deste cenário e realidade, são necessários adotar soluções mais sustentáveis e eficientes contra as ervas daninhas na citricultura, a fim de garantir mais produtividade, qualidade e lucros na cultura.

A Capina Elétrica na citricultura: 

A Capina Elétrica da Zasso™ conta com a tecnologia Electroherb™, que mantéespaço abaixo das árvores frutíferas sem ervas daninhas, com eficiência, segurança e sem a utilização de herbicidas. 

  • Não deixa resíduos tóxicos no solo, diferente da capina química.
  • Ao contrário da remoção mecânica de ervas daninhas, não há movimento do solo, riscos de erosão, a perturbação da estrutura é evitada e sementes inativas são protegidas.
  • Ao contrário da remoção térmica de ervas daninhas, a energia alvo afeta diretamente as raízes sem aquecer e danificar desnecessariamente o solo circundante e o meio ambiente em larga escala.

Saiba mais sobre aqui.

¹ Fonte: https://bit.ly/3f9TMrP 

Área do Operador e Representante

Esta é uma área restrita para os parceiros da Zasso. Para saber mais, entre em contato.