Fornecendo ferramentas para um mundo livre de herbicidas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Electroherb™: a alternativa não química de proteção de culturas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Fornecendo ferramentas para um mundo livre de herbicidas
Eletrônica de potência avançada para o controle de ervas daninhas
Capina Elétrica para Pomares e Frutas
Em favor de uma agricultura livre de herbicidas.
Anterior
Próximo

Citricultura e as temidas ervas daninhas

Zasso Brasil

O setor de citricultura no Brasil, ocupa grande destaque de exportação de laranja e isso por que o país, é um dos maiores produtores desta cultura no mundo. Mas existe um fator que traz preocupações e prejuízos para os citricultores: as ervas daninhas.

A citricultura tem como prioridade estabelecer um manejo adequado, a fim de minimizar custos e maximizar lucros e isso é possível através de um controle de ervas daninhas, eficaz e resistente.

As ervas daninhas na citricultura:

Essas plantas invasoras precisam ser controladas, uma vez que podem ser consideradas parasitas que retiram nutrientes, vitaminas e água do plantio, além de aumentar o risco de pragas e doenças no local.

Controlar as ervas daninhas sem deixar de lado a sustentabilidade é possível?

O método mais utilizado por muito tempo, foi a capina química, mas o uso de herbicidas tem se tonado ineficiente na maioria dos casos, já que com a utilização recorrente do herbicida, as ervas daninhas, tem apresentado grande resistência ao produto.

Além da resistência, outro fator de extrema importância é a falta de sustentabilidade presente neste método. ¹ Atualmente, pelas normas técnicas gerais para a Produção Integrada de Frutas (PIF) no Brasil, o uso de herbicidas residuais é proibido.

Diante deste cenário e realidade, são necessários adotar soluções mais sustentáveis e eficientes contra as ervas daninhas na citricultura, a fim de garantir mais produtividade, qualidade e lucros na cultura.

A Capina Elétrica na citricultura: 

A Capina Elétrica da Zasso™ conta com a tecnologia Electroherb™, que mantéespaço abaixo das árvores frutíferas sem ervas daninhas, com eficiência, segurança e sem a utilização de herbicidas. 

  • Não deixa resíduos tóxicos no solo, diferente da capina química.
  • Ao contrário da remoção mecânica de ervas daninhas, não há movimento do solo, riscos de erosão, a perturbação da estrutura é evitada e sementes inativas são protegidas.
  • Ao contrário da remoção térmica de ervas daninhas, a energia alvo afeta diretamente as raízes sem aquecer e danificar desnecessariamente o solo circundante e o meio ambiente em larga escala.

Saiba mais sobre aqui.

¹ Fonte: https://bit.ly/3f9TMrP 

Demonstração: A inovação da Capina Elétrica em Indaiatuba/SP

Com inédita tecnologia mundial, o equipamento Thor é uma Capina Elétrica, que realiza o controle de ervas daninhas, respeitando as crescentes restrições de órgãos reguladores como a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ao uso de herbicidas nocivos ao ambiente urbano e rural.

O Thor utiliza descargas elétricas controladas de alta tensão para eliminar os brotos e raízes mais profundas, que geralmente não são atingidas pelos herbicidas comuns. As descargas são ajustadas para erradicar as plantas sem causar nenhum prejuízo ao solo, à fauna e à flora local – tendo como foco somente as ervas daninhas a serem eliminadas.

Este método já comprovou sua eficiência em aplicações urbanas, rodoviárias e agrícolas de diversos países da Europa, e começou a ser utilizado também por algumas prefeituras de municípios brasileiros. Foi o caso, neste mês de julho, da cidade de Indaiatuba, no interior paulista, com aproximadamente 300 mil habitantes.

Vistoriada e acompanhada de perto pela equipe da Secretaria de Serviços Urbanos do Meio Ambiente da cidade, comandada por Leandro Dias de Souza, as demonstrações diárias da Capina Elétrica Thor foram realizadas entre os dias 13 e 17 de julho, nas calçadas de ruas e avenidas de Indaiatuba. Foram escolhidas áreas que estavam mais tomadas por plantas indesejadas. A aplicação incluiu ainda um trecho da mais utilizada ciclovia da cidade, cuja invasão de capim alto no asfalto era um risco aos usuários. O resultado foi a eliminação, de forma ecologicamente correta, das ervas e plantas invasoras, conforme explica o secretário Dias de Souza.

“A tecnologia elétrica é muito diferente no controle de espécies parasitárias. Ainda estamos numa fase apenas de testes, mas deu para notar que o seu processo é mais eficaz do que o manual, que utilizamos atualmente com enxadas e, principalmente, o que tem emprego de herbicidas. Não só em relação à poluição como também em rendimento de tempo e custo. É uma excelente alternativa para o futuro em todos os municípios do país. Tanto para o controle na área urbana, como também nas avenidas e ciclovias”, adianta o Secretário de Serviços Urbanos do Meio Ambiente de Indaiatuba.

Os resultados da demonstração se mostraram extremamente satisfatórios e eficientes, sendo aprovados pela população local, Secretaria do Meio Ambiente e Prefeitura de Indaiatuba.

Texto adaptado de: Charles Marzanasco Filho 
Imagem principal: Eliandro – Prefeitura de Indaiatuba

Confira as imagens de antes x depois da aplicação.

Por que as ervas daninhas são uma ameaça para o campo?

Zasso Brasil

A erva daninha pode ser considerada uma das maiores preocupações dos agricultores por todo o mundo. Mas por que as ervas daninhas são uma ameaça para o campo? Descubra a seguir.

A ameaça:  

Além de oferecer grandes dificuldades para a sua extinção, as ervas daninhas diminuem drasticamente a produtividade da lavoura, aumentam a taxa de impureza nos grãos colhidos, minimizam a qualidade dos frutos, são hospedeiras de doenças, além de aumentarem os custos com a produção e do controle de pragas.  

O tratamento mais comum:  

Herbicidas! Item extremamente utilizado entre os agricultores, mas que ao decorrer dos anos e pesquisas, se mostra uma solução muitas vezes ineficientes contra o surgimento das ervas daninhas. E além desse fator tão decisivo, os herbicidas são altamente tóxicos e prejudiciais para a saúde do agricultor, seus familiares, consumidores e claro, o meio ambiente.  

A resistência das ervas daninhas:  

As ervas daninhas contam com a capacidade de sobreviver e se proliferar no campo, mesmo após a aplicação de herbicidas e isso se dá, por dois principais motivos.  

  • Biotipo da planta  
  • O uso recorrente do herbicida

Em 2013, foi identificado que cerca dos 50 principais tipos de ervas daninhas mais conhecidas, 12 são resistentes aos herbicidas.  

¹ Só no Brasil, 90% da área cultivada com soja é resistente ao glifosato. Segundo a pesquisa especializada em plantas daninhas desenvolvida pela Embrapa, atualmente existem cerca de 20 milhões de hectares no sistema de produção de soja com a presença de ervas daninhas

A solução que realmente funciona:  

Electroherb™ é a tecnologia por trás da capina elétrica, trata-se de uma solução ideal para proteção de culturas em campos agrícolas. Sua ação nas práticas agrícolas pode tornar essa técnica única e inovadora, agindo como uma solução extremamente eficiente e sustentável, quando comparado aos herbicidas químicos. 

Vantagens da aplicação Agrícola:

  • Não deixa resíduos tóxicos no solo, diferente da capina química. 
  • Ao contrário da remoção mecânica de ervas daninhas, não há movimento do solo, riscos de erosão, a perturbação da estrutura é evitada e sementes inativas são protegidas. 
  • Ao contrário da remoção térmica de ervas daninhas, a energia alvo afeta diretamente as raízes sem aquecer e danificar desnecessariamente o solo circundante e o meio ambiente em larga escala.

A ameaça das ervas daninhas no campo está com os dias contados. Clique aqui e saiba mais sobre a tecnologia Electroherb™.  

Fonte¹: https://bit.ly/2Zb9hLq 

Demonstração da Capina Elétrica no Porto de Santos

capina elétrica urbana no porto de santos

No dia 03/07/2020 aconteceu uma grande demonstração da ação da Capina Elétrica Urbana da Zasso™ no Porto de Santos/SP e foi realizada pelo nosso parceiro GRI Solví.

A Capina Elétrica Urbana da Zasso™ controla as plantas daninhas, respeitando crescentes restrições de Órgãos Reguladores, como a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ao uso de herbicidas no ambiente urbano.

• Completamente livre de qualquer agente químico
• Ambientalmente sustentável e socialmente responsável
• Controla plantas resistentes a outros métodos de remoção
• Até 20x mais econômico que outros métodos

Conheça o nosso time de operadores e representantes Zasso clicando aqui.

Resultados após 48 horas

Anterior
Próximo

Resultados após 7 dias

capina elétrica urbana
capina elétrica urbana

Como acabar com as ervas daninhas no paisagismo?

capina elétrica manual

O paisagismo vai além de um cuidado simples com os jardins, se baseia em técnicas de projetar, planejar e realizar a gestão completa de preservação. Mas sendo você um paisagista, urbanista ou apenas apaixonada por cuidar do jardim, confira o conteúdo a seguir.

Quando falamos de espaços verdes e de natureza, a maior dificuldade é controlar “ações negativas da natureza”, como o surgimento das ervas daninhas, que por invadirem o ambiente com outras plantas, sugam as suas vitaminas, água e outros nutrientes que fazem com que as plantas do jardim se mantenham bonitas e saudáveis.

O uso dos herbicidas:

Pensou em ervas daninhas, pensou no uso de herbicidas? Sim, esse é um pensamento muito comum, mas também muito perigoso, uma vez que os herbicidas, ao minimizar o surgimento de novas plantas invasoras e matos indesejáveis, trazem diversos malefícios para a saúde e o meio ambiente.

Além disso, por se tratar de um produto tóxico, se faz indispensável a utilização de EPIs (equipamentos de proteção individual), como luvas, máscaras e óculos, sendo que os herbicidas são tão nocivos, que o contato recorrente com a substância, causam graves doenças, como o câncer.

A solução sustentável e segura:

Mas se não utilizarmos os herbicidas para acabar com as ervas daninhas, o que utilizar? O IZI. O equipamento de capina elétrica manual IZI, foi desenvolvido para o controle efetivo de ervas daninhas em locais pontuais – sem prejudicar plantas saudáveis, fauna e flora local.

Através da tecnologia Electroherb ™, o IZI acaba com as plantas indesejadas através de descargas elétricas controladas e sem o uso de herbicidas ou agentes químicos.

IZI e o paisagismo:

A Zasso™ adaptou sua tecnologia Electroherb™ para ajudar a manter os espaços verdes sempre bonitos e saudáveis, matando as ervas daninhas em até 72h sem afetar o gramado ou as plantas próximas. A equipe da Zasso™ se concentrou no design dos produtos para garantir a máxima segurança, eficácia e viabilidade.

Apenas neste mês, foram vendidos em média 100 equipamentos IZI. Clique aqui e garanta o seu agora mesmo.

Área do Operador e Representante

Esta é uma área restrita para os parceiros da Zasso. Para saber mais, entre em contato.